domingo, 20 de agosto de 2017

Os empurrões e quedas da vida


Quantas vezes teve aquelas quedas na vida, acontecimentos que causaram grandes abalos na sua vida? Separações, paixonetas proibidas, amor não correspondido, despedimento, falências, depressões, basicamente estar na merda. Esses são os empurrões da vida.

Os empurrões na vida aparecem muitas vezes para nos fazer despertar para nós mesmo. No nosso dia-à-dia vivemos somente ao nível físico e não prestamos muitas vezes atenção as questões energéticas nem espirituais. Todos nós temos guias que nos acompanham e que muitas vezes tentam comunicar connosco. Podemos olhar aos guias seres que estão no plano astral e que nos protegem e comunicam muitas vezes nos sonhos. Muitas vezes são familiares próximos já falecidos. É comum quando temos algum problema no plano físico e não conseguimos resolver neste plano e acabamos por o resolver no plano astral.

Na nossa vida diária a correria é tanta que não prestamos atenção aos sinais, muito menos ouvimos as vozes dos nosso guias e a nossa sabedoria divina. Muitos vivem tão rodeados de pessoas que não conseguem ouvir a si mesmo. Quando estamos neste nível de vivência é quando...SHIT HAPPENS.... é um termo científico.

WHEN SHIT HAPPENS... Quando muitas destas coisas acontecem, na realidade são manobras feitas para que possamos parar, mudar, aprender, escutar para evoluir. Normalmente acontece para nos fazer sair da zona de conforto e ir abrirmos a mente e o coração para o caminho que a nossa alma veio para percorrer.

Já viu alguém que quando a vida está boa pára para ouvir? Só quando recebem um bom embate, um bom susto é que procuram o lado espiritual, até igreja vão.

Naturalmente com o embate normalmente prendemo-nos na dor, perda, na morte associada à mudança e não no novo nascimento ou nas novas oportunidades que se abriram. É um factor Humano olhar para a perda pois o nosso cérebro está assim programado.

Estas mudanças forçadas são resultado do que viemos aprender nesta encarnação para que a alma encarnada evolua. Como muitas vezes a pessoa se desvia, os guias usam estratagemas para nos confrontarmos connosco. 

É preciso perceber que ao nível astral, muito do que achamos certo ou errado é uma mera perspectiva social do plano físico. No plano astral o mal que você vê no plano físico não é nada mais do que a alma da "vítima" que veio para passar por aquilo de modo a puder evoluir e do "agressor" veio experimentar a agressão. Muitas vezes são questões kârmicas que ambos vieram resolver. Não obstante isso tudo nos causar dor e consternação, tudo está relacionado com o nível de evolução da alma encarnada.

Tendo em conta o parágrafo anterior os embates que sofremos nas nossas vidas, muitas vezes são para nos ajudar a encontrar a nós mesmos, mais do que a causa em si do problema. Muitos de nós precisamos de beijar muitos sapos antes de encontrar o príncipe encantado, enquanto outros simplesmente encontraram o príncipe sem que nunca tenham beijado um sapo.

Muitas vezes a demanda que temos até encontrar o amor passa por tantas vicissitudes até que ele finalmente chega. Se fizer uma retrospectiva, verá que muito provavelmente o estado mental das experiências passadas dão muitas vezes a maturidade para perceber as experiências actuais.

Os empurrões e quedas nem sempre não negativos. Podem também ser de forma positiva em que abalam a nossa zona de conforto. Coisas como apaixonar-se, novos desafios empresariais,  ganhar na loteria etc. 

Resumindo, tente aprender mais sobre si a próxima vez que tiver novos abalos na sua vida, são oportunidades de evolução e de aprendizado. Se for algo negativo não se prenda na dor, no medo, no trauma. Evolua e tente perceber o que é que se quer que aprenda ou preste atenção. O que está a tirar do centro daquilo que você realmente é.

Sem comentários:

Poderá interessar também..

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...