quinta-feira, 24 de maio de 2012

O potencial escondido


Muitas vezes questionamos o motivo pelo qual muitas pessoas chegam a ideias, soluções brilhantes. Achamos que é uma "força sobrenatural" (paradoxo, o que define que é natural ou não?) que de alguma forma intervém, ou magia negra, até pactos satânicos.

Em primeiro lugar é necessário incutir nas pessoas que existem pessoas com sucesso na vida, sem precisarem de recorrer a tais mecanismos. Pessoas honestas, trabalhadoras e muitos tementes à Deus. Em geral, estes tipos de argumentos são normalmente utilizados para justificar o "desconseguir" de muitos.


O potencial escondido vem falar de algo que todos têm mas que poucos utilizam de forma adequada no seu dia-a-dia, O seu Deus, O EU Superior, Guia, Intuição, o nome que melhor o satisfazer. Resumindo, o potencial é ouvir o seu CENTRO o INTERIOR. O ouvir o INTERIOR muitas vezes pressupõe fazer coisas que o mundo dirá que não funcionará, até verem o resultado. Se fizerem uma pesquisa por pessoas de sucesso, verão que muitos passam por momentos em que estão isolados em relação a sua postura com o resto do mundo. E este mesmo mundo mais tarde cai a seus pés. Ex: Bethooven, Paggini, Steve Jobs, Bill Gates, Galileu entre outros que nos são desconhecidos.
A maior parte das pessoas estão mas focadas para o seu EXTERIOR que para o seu interior, estão muito focadas em SOBREVIVER do que realmente VER o que REALMENTE QUER SER. Todas pessoas criativas detêm a capacidade de ver o seu INTERIOR sem julgamento. O Julgamento é a gordura no vaso da criatividade e do Interior.


Para operar ao nível do interior, é necessário soltar o MEDO. O medo é fruto da IGNORÂNCIA de SI MESMO. O medo que muita gente tem de sair do que lhe foi dito que é NORMAL faz com que não encontre o seu POTENCIAL ESCONDIDO. Logo, muitos detêm dons que não sabem usar, outros que têm que esconder do resto do mundo com medo de ser julgado.

Conheça o seu potencial escondido, explorando mais o seu EU, o seu interior, livre de MEDOS, JULGAMENTOS e da necessidade de ser NORMAL.

2 comentários:

Eduardo Montanari disse...

Estou tão acostumado com minha autoanálises, em conversar com o que eu considero ser o que os outros chamam de "Deus", da minha maneira particular, que essa virou minha regra de vida. Meu Deus para mim é minha própria consciência. Seja lá que Deus for esse, é através dela que ele me fala.

O homem e a mente disse...

E o que importa e esse Deus mesmo, que está dentro de nós, seja lá que nome lhe for dado. :P

Poderá interessar também..

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...