domingo, 19 de fevereiro de 2012

Polaridade mental

A polaridade mental reflete sobre a forma de pensar e encarar o mundo. Da escolha de aceitação de determinadas emoções ou mesmo da transformação das mesmas.

A maior parte das pessoas tendem escolher situações negativas, pensamentos negativos e emoções negativas, sem que se apercebam que isso maltrata o corpo. Esta forma de estar está associada a parte réptil do cérebro, que é a zona mais defensiva, possessiva e reactiva. Os pensamentos negativos, pessimismo auto-estima, confiança, são efeitos de uma sociedade empenhada em minorar a energia Humana e o seu potencial. A TV em si tenta incutir na mente da pessoa, realidades de baixa energia, entretenimento que esvazia no expectador, tornando-o num mero recipiente de conteúdo, ditando o que deve ser mau ou bom, o que deve ser considerado verdade ou não, polarizando a nossa mente para as direcções que cada um pretende.
Numa época em que de denigre a imagem do intelectual, desrespeita-se o professor, aplaude-se o populismo, o vulgar, pornográfico, o satânico, a moral, tudo possa desvirtuar o bem estar da pessoa. Tornando a pessoa frágil e insegura é mais fácil moldar a sua mente, onde o principal alvo é a camada jovem.

A polaridade está relacionada com a capacidade de escolha no que pensar, sentir, viver, sem que se deixe levar unicamente pelo ambiente à volta. Viver com base no centro, no interior do que é. Para isso, Desligue a TV, e reflita sobre o seu centro. Faça escolhas.

Tudo tem escolha, até mesmo em relação a uma traição pode escolher não sentir desta forma, se alguém a/o ofende isso só acontece porque escolheu sentir-se ofendida/o. Por isso perceba que ninguém o magoa, pelo menos não fisicamente :), se não escolher sentir-se magoado.

Boa parte das crenças do que devemos sentir, seguir, chorar, alegrar é determinada pela TV, centre-se no que é, e escolha o que sentir. Muitas vezes, embora se diga que a violência não resolve, mas as vezes um bom soco  resolve muito bem.

2 comentários:

Eduardo Montanari disse...

O ser humano disvirtua tudo aquilo o que um dia criou para o bem, desde a descoberta de um vírus até a criação da televisão. Embora alguns de nós tenhamos força para perceber esse "condicionamento mental" que nos é imposto pela sociedade de hoje, a pressão é tanta que em alguns casos nos deixamos enredar sem perceber.

O homem e a mente disse...

É mesmo, mas na realidade muitos não são realmente seres humanos, simplesmente se apresentam aos nosso olhos como tal. A necessidade de poder, controlo, domínio, cobiça desvirtua tudo que é belo e bem intencionado

Poderá interessar também..

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...