domingo, 19 de junho de 2011

Confiança no universo


Todos os dias somos confrontados com decisões a serem tomadas, escolhas entre dois ou mais caminhos e pensar o que fazer. Um dos problemas que certas  decisões trazem são as questões de se se tivesse feito outra escolha se estaria melhor? Por causa desta pergunta torna mais difícil fazer qualquer escolha, porque queremos sempre fazer a melhor escolha, ou a escolha mais acertada.

Muitas vezes devido as dificuldades apresentadas pela escolha, ou mesmo quando esta corre da melhor forma, continuamos a questionar a outra hipótese.
Confiança no universo

Confiar no universo é a forma como tomo as minhas decisões. O que pressupõe o "Confiar no universo"? Pressupõe confiar que qualquer da melhor escolha que fizer, é a melhor. Confiar no universo também pressupõe ter sabedoria para resolver somente os problemas que realmente precisam de ser resolvidos, significa adquirir a capacidade de não analisar as coisas de forma linear, a não querer controlar, ou seja, muito é resolvido se não intervir

O nosso conceito social baseia-se no controlo, controlar todos aspetos da nossa vida. Isso torna-nos obstinados em como e qual o modo de obter seja o que for. A confiar no universo pressupõe o desapego do controlo, não confundir com negligência ou abstenção de responsabilidade. Confiar no universo exige responsabilidade de si e tudo que o rodeia e por todos os aspetos da sua vida. Não é isso por si só controlo? Não. A responsabilidade assume a participação em qualquer ação ou inação independentemente do resultado, enquanto o controlo determina quais as ações e inações, expetante de um resultado preciso.
Confiar no universo pressupõe que aceitamos o que somos e que merecemos sempre o melhor, e que por consequência ele nos dará o melhor. Não tem importância o caminho mas sim  a meta.  Não existe o erro mas sim o aprendizado das várias experiências que servem muitas vezes para nos tornar mais responsáveis, mais conscientes.

Confiar no universo necessita que aceite que cada experiência é única, mesmo para os  mesmo valores de variáveis, pressupõe ter crenças próprias. Significa em aceitar que cada experimentador emana os seus próprios valores de variáveis, ou seja que experimentador é também uma variável e que o resultado pode ser diferente.
Confiar no universo pressupões assumir que somos uma força transformadora e que transformamos todos com quem interagimos, e recebemos essa transformação de volta. Assumirmos que muitos resultados que nos apresentam são frutos dos nossos próprios parâmetros. Saber discernir se o que queremos é o que temos, e caso não for, o que é necessário mudar em nós para ser o que queremos.

Confiar no universo pressupõe, principalmente, confiar em ti.

9 comentários:

Eduardo Montanari disse...

Esse post caiu como uma luva pra mim, pois recentemente tenho conversado muito com um amigo adolescente que tem precisado muito de conselhos. Ele está confuso, com medo de tomar decisões e de arcar com as conseqüencias das mesmas. Postagem ideal para eu indicar-lhe como leitura.
Parabéns e um abraço forte.

O homem e a mente disse...

Se o ajudar já valeu a pena !:P Se ele precisar pode me escrever. Eu tenho pessoas que o fazem quando precisam.

Abraço

NOEMI disse...

Fantástico este texto.parabens.

Ravena disse...

Uau!! Que pérola cibernética!! Parabéns pelo discernimento nesse texto totalmente consciente. Adorei seu blog e sua mente!

Grande abraço

eddi vieira disse...

É oque o universo tinha de melhor para mim nesse momento.

O homem e a mente disse...

:)

Vanda Angelica disse...

"Saber discernir se o que queremos é o que temos, e caso não for, o que é necessário mudar em nós para ser o que queremos."

Anónimo disse...

Mas é difícil. Vem sempre o ego a querer controlar. A resistência. E sinceramente, por muito que leia e saiba a teoria, não me consigo libertar. Vem o medo que não me deixa ser livre e confiar. Deve ser tão bom que consegue fazer isto..
Anabela

ohomem eamente disse...

Nada é fácil. Mas o ponto de partida é o AMOR PRÓPRIO. Eu também não era assim, transformei-me assim aos 12 anos quando decidi que a vida deveria ser o que eu quero. Começa com pequenos passo. Escreva para mim e poderemos falar mais.

Poderá interessar também..

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...