terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Sociedade do MEDO



A sociedade do medo. A sociedade em que todos vivemos é um sociedade baseada no MEDO. Desde do nascimento somos condicionados ao nosso primeiro MEDO, o de MORRER. Por cada MEDO despoletado no nosso subconsciente cria uma defesa, ou luta, e neste caso a nossa primeira luta é SOBREVIVER. Toda nossa VIDA é baseada no medo, que justifica a LUTA contra.

A LUTA é o que está mais à superfície da mente, LUTAR, PENSAR NO FUTURO, CONTROLAR, DEFENDER, SEGURANÇA. Esta forma de pensamento está tão enraizada no consciente e subconsciente que ninguém questiona, LUTAR contra o QUÊ, PORQUÊ, defender de QUEM, o que é que está a ATACAR? Vivemos todo um sistema de CRENÇAS que nos condiciona logo à partida, tendo como principais mentores os nossos Pais. Resumindo a nossa experiência na vida é condicionada a predeterminados modelos o qual a cada novo EXPERIMENTADOR tenta ver se se encaixa. 

Todo mundo vive com um grande medo REJEIÇÃO, este medo é chave para certificar que o Experimentador tente se encaixar dentro dos PADRÕES PREDEFINIDOS. Quando o experimentador não encaixa, e dado que ele assume que o erro está nele, sente logo o VAZIO.

Define-se como Experimentador como toda alma que encarna num corpo um pouco antes do seu nascimento, para experimentar a dádiva da vida.

A melhor forma de controlar alguém não é mandar essa pessoa, mas sim condicionar a sua realidade de tal maneira que seja possível influenciar a sua opinião, criando a  ideia de que foi ele que realmente pensou. Todos os dias somos condicionados a acreditar em algo, mas sempre em algo exterior a nós mesmo. Por este motivo é que há necessidade, nesta realidade DUAL, que de tempo em tempo é necessário existir O MAL. E este mesmo MAL é justificado também para se obter O BEM.

Na sociedade do MEDO os experimentadores LUTAM para SOBREVIVER, porque o fizeram acreditar que é necessário lutar para um FUTURO. Que têm que AMAR e quando AMAM alguém essa pessoa tem que ser SUA. Aprendemos a AMAR com MEDO DE PERDER. O nosso condicionamento a temer o NOVO, ou DESCONHECIDO, nos leva a que não desejamos contrariar o que está estabelecido.


No MEDO vivem experimentadores que preferem IGNORAR para que não sintam RESPONSÁVEIS. ALIMENTA-SE o EXTERIOR porque se tem medo do que tem o INTERIOR. Se vive com base em FALSAS verdades emitidos com meios de PROPAGANDA de maneira a manter a CRENÇA.


Nesta sociedade do MEDO, não vale MATAR um dos NOSSOS; mas se for os OUTROS fechamos os olhos, e acreditamos em MENTIRAS FORJADAS porque nos CONVÉM. Onde é DEMOCRACIA é um mero conceito, que o experimentador sequer dá conta que a sua própria ESCOLHA o diz para CALAR se RECLAMAR e decide a sua vida sem o consultar. Numa democracia que se vende aos outros mas não se pratica. Tudo isso acontece porque o experimentador não aprendeu a VER com os PRÓPRIOS OLHOS, porque tem medo de chegar a conclusão que, AFINAL FOI ENGANADO. quando

3 comentários:

Gério Ganimedes disse...

Maravilhoso o texto, muito bom! Parabéns. Já adicionei teu blog na minha lista do Projeto Quartzo Azul.

Grande abraço
e fique bem.

Gério Ganimedes, P.Q.A

O homem e a mente disse...

Obrigado eu

Jennifer Ernesto disse...

Muito bom, adorei :))

Poderá interessar também..

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...