sábado, 27 de março de 2010

Necessidade de Deus ou Medo do Inferno?


Acreditar em Deus ou ficarás no Inferno.
Cabe na cabeça de alguém que um pai criador queira castigar o seu filho? 

O primeiro parágrafo é algo típico, um ensinamento incutido em maior parte das religiões. Todo mundo que ler livro de alguém que fale com Deus. Que responda as suas questões, dúvidas medos e angústias. Existem crenças em Deus baseadas no medo, outras pelo sofrimento e muitas porque é fashion dizer que se acredita, caso contrário é condenado.

Não se engane eu acredito em Deus, mas não nos modos como é fantasiado e personificado, mas sim  pela energia do simples Ser. Mas pergunto como alguém pode acreditar em Deus e não acredita na sua própria obra, nele mesmo. Deus não está acima de Nós como dizem a igreja, Deus somos Nós, em consciência. Muitos aceitam Deus mais como uma fuga da sua própria responsabilidade pela realidade que criou, sim nós criamos a nossa própria realidade em consciência e actos.

A crença em Deus foi implantada por meio do medo, e por este motivo existem muitos jovens que se recusam sequer a ir à igreja. Este Deus medroso, punidor, só serve para os interesses dos escuros, que usam todos os meios de controlo para manter presos numa realidade em que nos tornamos seus escravos a vida inteira. Não sem pode acreditar em Deus senão se acredita no Amor, se tem medo do Amor.

Posso afirmar com toda certeza Jesus existe, não deixou de existir, é importante lembrar que nós estamos a experimentar a vida para exercermos o nosso livre arbítrio, por isso todas as palavras, ensinamentos espirituais que não vão de encontro como o que sente no coração, o seu livre arbítrio e as leis universais são falsidade. 

12 comentários:

Eduardo Montanari disse...

Eu acho simples esse caminho, não vejo complicação em acreditar em Deus à minha maneira.
Muitos me criticam, dizem que "não posso", fazer isso. Que pelo menos alguma religião eu deva escoher. Oras, quanta balela. Acho que para cada um Deus se manifesta de forma particular.

PERPLEXIDADE disse...

PODES CRER... É BEM POR AÍ... PRA CADA UM DEUS SE MANIFESTA DE UMA MANEIRA PARTICULAR... DEUS É UM EXÍMIO ARTISTA... NÃO LHE AGRADAM AS MESMICES... ELE SABE, COMO NINGUÉM DIVERSIFICAR!

GRANDE BJ

O homem e a mente disse...

Deus somos todos nós, mas nos querem fazer querer que não.

Rosa Azul disse...

Ola bro.Vou comecar pelo fim do teu post.
Cuidado com as coisas que se sentem no coracao.Nem sempre o coracao sente coisas boas.Por isso, existem leis dadas por Deus.E sao essas leis, que o homem torceu a seu favor tornando as palavras de Deus em mentiras ou verdades torcidas.
Nao quero dar uma de religiosa ou de maior crente porque fazendo bem as contas a 20 anos que nao sou activa na igreja.
Ja ouviste falar em "amor duro"?
Qual 'e o pai que nao vendo o seu filho no caminho ruim nao o castiga?Tu chamas a atencao 1x,2x,3x e ele permanece no erro...
As vezes castigar 'e uma forma de amor.Isso 'e outro tema nao achas?
Concordo quando dizes que certas religioes incultam ao medo, ok!Sao homens por detras dessas igrejas, torcendo sempre a verdade ao seu favor.
Agora quanto aos jovens se afastarem das igrejas, eu acho que 'e mais uma questao de pura vaidade da juventude, 'e o nao querer saber para o mundo espiritual, 'e o estar muito ocupado com as coisas do dia-a-dia,'e o egoismo, 'e a descrenca.Tambem fui assim e continuo um pouco assim.Sei dos meus pecados.Mas presta atencao, existem outros jovens bem engajados na igreja, sao milhares e isso em todas as religioes.Deus esta' sempre a espera e cada um chega ate a ele pelo seu proprio caminho.Quando dizes que Deus somos nos'...estas' numa meia verdade, sim somos nos' pq somos a semelhanca Dele.Mas nao vamos nos igualar.Por acaso queres tu te igualar ao teu Criador?
Outra coisa meu bro, o que Deus tem de AMOR tambem tem de TEMOR sim, ja demonstrou varias vezes a humanidade como Ele fica quando fizemos coisas aborreciveis a sua Palavra.Ele se zanga a serio, mas como o Amor dele 'e infinito 'e ai aonde podemos rever o que fizemos e voltarmos para Ele, porque com toda a certeza que Ele nao nos fecha a porta.
Bom a mim o que me aborrece, 'e ver certas pessoas levarem a Palavra com o animo leve do tipo " hammm vou fazer tudo que o coracao me mandar porque Deus 'e bom e vai me perdoar sempre".Preferivel entao ver aquelas pessoas que nao conhecem a Palavra, esses sim sao mais verdadeiros.
Desculpa ja fui longa nessa resposta.Aquele abraco.

O homem e a mente disse...

Compreendo o que dizes,mas o Deus que falo é muito mais do que a literatura diz é um Deus do universo, das galáxias, de seres que existem em outras realidades que não as nossa. O pedaço que falas é pequeno, o temor de que falas nada mais é da consequência dos nossos próprios actos e karma. Por agora é cedo mas mais tarde vais perceber do que me refiro, há muito mais do que isso.

Não disse que éramos igual a ele. E corrijo-te no seguinte, o pai que vendo o seu filho no caminho ruim, tem a ver com a nossa forma de pensar, existe algo no nosso contrato de vida antes de reencarnamos que é o livre arbítrio, com ele plantas o que queres, mas também colhes o que plantaste. O Pai só te pode aconselhar, mas nunca escolher por ti. Até porque muitas vezes o caminho de escolha do filho é o certo.

De facto a dor é um passo para o crescimento, mas só quando a pessoa tem maturidade e discernimento. Porque é importante perceber, uma coisa é o que acham que é correcto para ti, outra coisa o que sentes que é para ti, o livre arbítrio é algo que nos pertence para fazer a escolhas, mas com responsabilidade.

Ao culpar Deus muita gente está precisamente a fugir a esta responsabilidade, até porque esse é o muitos advogam a não existência de Deus, pelo facto de existir desgraças. Já tive uma rapariga que falava exactamente o mesmo, culpava Deus pelas desgraças, e eu perguntei-lhe se era Deus que escolhia para quem ela abria as pernas. Sei, fui bruto, mas é a realidade, actualmente toda gente quer fugir das suas responsabilidades e culpar Deus de tudo.

Quantos aos teus pecados, pergunto que pecados? Existem leis universais que são pelo amor, e quando falo universal, não estou a referir-me ao mundo, não, estou a referir-me a outros seres que vivem noutros planetas. Fizeste a tua escolhas e aprendeste com elas, o teu arrependimento sincero e a tua aprendizagem ao não voltar a fazer fazem parte da tua experiência de vida, não nascemos para sermos os robots que somos, e para estarmos em escolas que te tiram a criatividade.

Tu és livre, mas querem te fazer pensar que não, os teus guias estão sempre a tua volta e falam contigo, resta saber se o dás ouvidos. Ninguém tem poder para julgar ninguém, e te posso afirma que Deus também não te julgará, mas sim te será dada a possibilidade de voltar a reencarnar e aprender dos teus erros.

Xiii, escrevi muito :D

Anónimo disse...

Oi.

A palavra "temor" nas escrituras não é necessariamente "medo". Temor é, antes de tudo, "respeito".

Eu também acredito que para se conhecer as coisas de Deus não precisamos estar necessariamente dentro das igrejas. Mas, por outro lado, as igrejas formam comunidades onde podemos viver mais plenamente e concretamente o Amor. Já pensou nisso?

Perdi muito tempo da minha vida criticando as igrejas e isso só demonstrou a pessoa que eu era. Pense: se você vê o mal em tudo, o que está errado, você ou o mundo? Então, direcionei minha consciência para pra Deus e não para as coisas erradas que eu acreditava acontecer dentro das igrejas. Alias, muitas das coisas erradas eram boatos e não fatos que eu presenciara.

Enfim, acredito que o combustível que nos dá o verdadeiro sentido pra viver é o Amor e não o Julgamento. Precisamos amar em qualquer situação, o que nem sempre é tarefa simples. Ora, porque devemos amar? Porque no Amor Deus se revela a nós. Como o atual bispo de Roma diz: "A Verdade é relativa, o Amor é absoluto".

Cara, legal o seu blog e o que você escreve.

Um abraço.

Alex
alexalves.sp@gmail.com
http://www.olhosnus.a2f.net.br

O homem e a mente disse...

Percebo e concordo com o que diz, eu não sou nem critico a igreja, até porque não é o meu objectivo fazer julgamento mas sim despertar as consciências. No próximo post vai entender porquê.

Obrigado.

Anónimo disse...

Somos seres vivos que buscam a sobrevivência, é deste ponto que surge a idéia de um Deus. Pensar em Deus material e em uma vida material após a morte é aceitar algo que não tem nenhuma evidência. Ao longo da história o Deus sempre refletiu a idéia de um ser supremo que sabe o melhor a ser feito para a sobrevivência da humanidade ditando o comportamento que cada ser humano deve ter,o Deus que oferece vida após a morte(necessidade de sobrevivência constante do ser humano) que funciona como medo para quem não receber esta vida(receberá castigo).. Como forma de controlar a sociedade temos a disputa entre o CONTROLE DITATORIAL FORÇADO e o CONTROLE ATRAVÈS DO ENTENDIMENTO/AMOR, a necessidade de optar por qual tipo de controle seguir é frequente desde dentro da nossa família até a organização da sociedade de um país/mundo. Na religião não devia ser diferente.. Portanto Deus revela a evolução do pensamento humano quanto a convivência com o próximo. Da mesma maneira que evoluímos de ditadura para democracia, o velho testamento do Deus mau evoluiu para o Novo Testamento do Jesus de Amor.

Breno Souza disse...

Amigo, não se pode acreditar em um deus à sua maneira; Deus é uma pessoa, Ele tem personalidade e essa personalidade foi encarnada em Jesus Cristo e sinto dizer, mas infelizmente apenas acreditar que Jesus existiu e sempre existirá (e é verdade) não salva ninguém, nem eu e nem você! Amém, que Deus te abençoe em Nome do Senhor Jesus Cristo, morto, ressureto e Triunfante.

Anónimo disse...

Email, pauloluiz41@hotmail.com
O que é o inferno.
Quando crianças, nós estávamos sujeitos a receber de nossos pais algum tipo de ameaça para nos amedrontar quando não obedecíamos as suas ordens, ou quando fazíamos alguma peraltice. Diziam eles que o bicho papão vinha nos pegar, ou ainda, papai do céu chora se você fizer arte, e muitas outras expressões folclóricas. Isso aplicado em crianças tudo bem, são apenas fantasias infantis, quando a pessoa cresce estas figuras apagam do seu cérebro, não deixando nenhum resquício de preocupação.
Não sei como é em outras partes do planeta onde não acreditam na Bíblia Sagrada, mas aqui no nosso país, onde a maioria acredita, foi criado á figura do diabo o representante do mal o qual lhe deram vários nomes tal como satanás belzebu e muitos outros. Ele é um sujeito mau, ostenta na cabeça um par de chifres, segundo dizem as religiões, ele é tenebroso, horripilante é também cheio de artimanhas as quais usa para atrair os seres humanos descuidados Seu reino se chama inferno, cujos portões estão sempre abertos para receber os pecadores os quais perecerão lá eternamente. Se falarmos isso hoje para uma criança com um mínimo de inteligência ela irá rir e levar na brincadeira, se por acaso ela acreditar no momento, quando ela se desenvolver, se tornar adulta verá que esta figura diabo e inferno, não passa de uma coisa ridícula. Se fosse no tempo da idade média, até se podia aceitar que as pessoas acreditassem, mas hoje no século vinte um, uma época com grande avanço nos conhecimentos, grande avanço na tecnologia e um tremendo avanço nos meios de comunicação, é uma vergonha ter pessoas adultas acreditando em uma coisa tão bizarra quanto a figura do diabo cuja morada é o inferno.. Será que ainda não perceberam que a figura diabo foi criada para amedrontar e atrair as pessoas para as religiões. Quando falam que o problema com o diabo é depois da morte ai que o medo cresce e toma proporções gigantescas, porque o medo da pós-morte é terrível para os seres humanos, porque o medo é terrível. Porque temos o raciocínio, podemos pensar no futuro. Os animais, por exemplo, não tem esta preocupação porque eles não raciocinam. Os seres humanos sim raciocinam e temem a morte. As religiões aproveitam deste medo mórbido para atrair mais e mais adeptos. No futuro quando a mente humana estiver mais desenvolvida, a inteligência estar mais aprimorada, religião será coisa do passado.
Na minha modesta opinião, Deus ou o diabo os quais representam o bem e o mal. Estas figuras estão com toda certeza dentro da nossa própria consciência. Nós podemos ser Deus, e também ser o diabo tudo depende do nosso procedimento. Se agirmos com decência, dignidade, amor ao próximo, e não sermos egoístas, maledicentes e hipócritas, seremos a essência de Deus. Se formos indecentes, indignos, maldosos, Hipócritas, egoístas e maledicentes fatalmente teremos a essência do diabo. Esta é a verdade nua e crua o resto é tudo fantasia, não tem nenhum sentido pratico, portanto, religião não nos levará a nenhum paraíso glorioso povoado por anjos com suas liras entoando cânticos celestiais. Se levarmos uma vida exemplar, correta, de trabalho e honestidade. A única coisa que poderemos conseguir será uma exuberante paz de espírito, a qual nos dará coragem e tranqüilidade para enfrentar a morte. Assim iremos para o túmulo em paz com a consciência de dever cumprido. Quem teve uma vida descente e produtiva para a humanidade nunca temerá a morte. A morte somente será temida por aquele que têm a consciência pesada por não ter cumprido seu dever de maneira exemplar e correta.

Paulo Luiz Mendonça.

Anónimo disse...

Não adianta nada.
Não adianta nada amar a Deus sobre todas as coisas.
Se você deixa seu semelhante abaixo de todos os seus interesses.
Não adianta nada ser freqüentador assíduo dos templos religiosos.
Se você continua a ser egoísta, não estendendo a Mão a um necessitado.
Não adianta nada pagar o dízimo com toda fidelidade.
Se você nega ao seu semelhante o pão para saciar-lhe a fome.
Não adianta nada não trabalhar no sábado por que é dia reservado ao senhor.
Se você usa neste dia o trabalho dos seus semelhantes.
Não adianta nada sair de porta em porta procurando almas para salvar.
Se você esquece os seus afazeres e o progresso da sua própria vida.
Não adianta nada se especializar na leitura da Bíblia.
Se você não se preocupa com os acontecimentos e progressos da humanidade.
Não adianta nada aparentar-se bem vestido para impressionar.
Se você internamente demonstra que a hipocrisia se faz presente.
Não adianta nada estar sempre no templo aprendendo coisas maravilhosas da Bíblia.
Se você no dia a dia deixa de praticá-las.
Não adianta nada aprender, não julgueis para não ser julgado.
Se você faz isso diariamente com seu semelhante.
Não adianta nada estar sempre orando e fazendo pedidos.
Se você mantêm suas mãos na inércia sem ajudar a ninguém.
Não adianta nada se preocupar em ser salvo no dia do juízo final.
Se você não procura engrandecer o aprimoramento progressivo do seu espírito.
Se algum dos itens acima lhe servir, vista a carapuça. Se nenhum deles se encaixar com sua conduta, então você deve sentir-se como um ser humano iluminado, portanto jogue a no lixo.
Paulo Luiz Mendonça

O homem e a mente disse...

Amei seu comentário, concordo com ele, por favor, volte sempre e comente sempre mesmo que não concorde comigo para que possa aprender a ver outro ponto de vista

Abraço

Poderá interessar também..

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...