quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Ter sabedoria


Aquele que tem sabedoria; não diz sempre a verdade, não expressa sempre a sua opinião, não diz tudo que pensa, observa ao seu redor, pensa antes de se exprimir e mantém o segredo somente com ele.

22 comentários:

Montanari disse...

u ainda tenho um caminho enorme pra percorrer até a sabedoria. Mas eu não sei. Acho que ninguém é realmente sábio. A gente está aprendendo coisas até momentos antes do nosso último suspiro. Acho que buscar sabedoria é uma coisa meio prepotente, sei lá, talvez um conhecimento e um auto-conhecimento maior, se encaixem melhor.

O homem e a mente disse...

Hehehe, não se preocupe que todos nós a vamos adquirindo ao longo das vidas que vamos tendo :D. Definitivamente o auto-conhecimento é um dos itens mais importantes.

Obrigado.

Montanari disse...

Obrigado pelas suas palavras. Agradeçopor se oferecer para conversar. Deixe um dia em que eu estiver melhor psicologicamente e conversaremos. Seu blog tem posts muito relaxantes. Diferente do meu, que é cheio de mágoa. hehehe... Fique em paz!

Meire Jorge disse...

é verdade....quanto mais explicitamos nosso "eu", mais vulneráveis nos tornamos...e acabamos colhendo o que não desejamos....o jeito é vive, aprender e exercitar....Bj

Anónimo disse...

talvez deva ser assim... Será concerteza assim... mas eu não quero aprender esta lição...
não para os que vivem dentro de mim e me preenchem o espaço da minha verdade. a esses eu digo tudo, vou dizer sempre tudo umas vezes com carinho outras com menos cuidado. Eles vivem dentro da minha verdade e eu não quero mentir-lhes nem por piedade. Calar-lhes o que penso, o que sinto é caminhar para o çugar sózinho de ser Mestre e eu... eu não quero ser Mestre nem quero ser sozinho.

um beijo
Quando calar a esses então

ParadoXos disse...

mesmo o que sei, sei pelo saber dos outros!

- sabemos.



bem, meu kamba, sábio aqui és tu!


:-)



fortíssimo abraço
aqui do teu aprendiz.

Marochhi disse...

Nossa, vou precisar viver mil anos para aprender essa lição.
Tenho necessidade de me esvaziar, para poder sentir a minha essência.
Meus segredos são só os da alma, mesmo assim quando ouço Milton Nascimento, ela transpassa o meu corpo e chora copiosamente.
Um grande abraço

O homem e a mente disse...

Anónimo, essas verdades só as pode contar porque por elas não é julgado

Lirium disse...

Amigo meu,

muito bem dito! como sempre...

mas só quero apuntar uma coisa. Não dizer a verdade e igual a mentir, e mentir cause mal karma.

Quando se encontra numa situação em que não se pode falar a verdade, muda a situação, fala só a mitade ou não fala nada.

Uma historia que eu li uma vez de um monge budista:
O monge estava sentado ao lado da rua, quando passou um rapaz, desesperado porque era seguido por alguns homens. O rapaz disse oa monge: por favor não disses que eu passei cá.
O rapaz continuou o seu caminho e o monge foi a se sentar ao outro lado da rua.
Pouco depois chegaram os homens que seguiam ao rapaz e perguntavam ao monge se tinha visto passar o rapaz.
O monge respondeu: Desde onde estou, não vi passar ninguem.

O monge não mintió... falou a verdade, sem falar o crucial. Na minha opinão isso mesmo é sabedoria


Um abraço!

angela disse...

Acho eu, que a primeira coisa é dizer a verdade a si mesmo, depois o que se aprendeu deve ser compartilhado, se vai ser aproveitado é outra história.
beijos

O homem e a mente disse...

Lirium, concordo em parte, mas a verdade nem sempre é para ser dita, não é por uma questão de mentir, está a observar as coisas de forma muito altruísta, mas esquece-se que as pessoas por si só trazem as suas crenças e muitas das verdades podem abalar estas mesmas. É preciso lembrar do factor humano, a verdade não é para todos, embora todos digam que a querem, nem todos têm capacidade de a aceitar tal qual como ela é. Se muita gente não aceita a si mesmo, imagina o resto.

Em muitas vezes o não dizer a verdade pode ajudar, ou até mesmo fazer alguém feliz. Como disse um psicólogo, alguém que diz sempre a verdade é tão perigoso como alguém que está sempre a mentir, isso porque é uma pessoa que pode não ter noção de tudo que diz.

A verdade não é para quem quer, mas para quem por ela busca e tem abertura para tal.

Quanto ao karma, a pessoa só o fica se na verdade dela, ela acreditar e quiser ficar com este karma.

O exemplo é maravilho, é exactamente uma demonstração de sabedoria por parte do monge.

Rafaela Andrade disse...

pura verdade, o equilíbrio é o x da questão, e para encontrá-lo só sabedoria, temos que busca-la nas experiências do dia a dia. Um abraço
www.apenasumponto.blogspot.com
www.apenasumpontoesportivo.blogspot.com

Maria Rosa disse...

Todos sabemos o que aqui está escrito, não sabemos?

Mas também sabemos impossível o equilíbrio em permanencia

:)

Em todos estes comentários há sabedoria, não há?

Aprendizagens diferentes do mesmo princípio que se diferenciou

Que bom que somos todos diferentes,
uns não falam e não ouvem
outros falam e ouvem
outros não falam e ouvem
Outros sentam-se o observam a desorientação

se me perguntares qual a melhor atitude eu digo-te que para mim; - todas e nenhum.
Há momentos em que é essencial calar
há momentos em que é essencial falar
mas em todos é essencial, o mais difícil: - ouvir.
Nem o Monge Budista o conseguiu fazer de tão difícil, tendo-se limitado a observar a desorientação dos outros não intervindo. Quando não queremos participar o melhor mesmo e manipular a verdade, nisso o Monge foi Mestre.

Ouço e falo muito e talvez tenha chegado o momento de me calar.

Vou seguir o teu conselho e morrer um pouco mas só um pouco.

Uma sempre tua aprendiza

O homem e a mente disse...

Maria Rosa, aí está o cerne da questão, é esse o objectivo do meu blog, aprendermos com uns com os outros nas nossas diferenças e semelhanças. Fazer pensar em coisas que na verdade sabemos, sim, sabemos, está dentro de nós, mas que a correria do dia-a-dia nos deixamos ultrapassar pela escravidão de resolver outro problemas, que, muitas vezes, são urgentes, mas não necessariamente importantes.

Obrigado a todos pelo post.

PS: A história do monge é mesmo boa.

PS do PS: pá não acham mesmo estranho num email se por PS, já que há possibilidade de apagar e escrever, que ironia hahahaha.

Carlos Bayma disse...

Tem selo homenagem pra você.
Vá buscá-lo!
Carlos Bayma
http://osho-br.blogspot.com

O homem e a mente disse...

Muito obrigado e vou recebe-lo sim :D

Búh Vilhena :D disse...

A-D-O-R-E-I!
Seguidora do blog agora,
parabens.

Anabela disse...

O homem e a mente disse:
"Anónimo, essas verdades só as pode contar porque por elas não é julgado"

:) acreditas nisso?

Claro que é julgado! Sempre!

É da essência do ser humano julgar
que é o mesmo que dizer escolher.
usar o livre arbítrio não é muito mais do que julgar. é?

todos os nossos actos de consciência estão sujeitos a julgamento. Podes calá-los mas não impedes o seu julgamento. Não sendo feito por terceiros, porque os calaste, será feito pela consciência. Não há como escapar, é assim que aprendemos.

"Pensamentos, palavras, actos e omissões" - quem escreveu isto sabia o que escrevia - Posso fugir do mundo mas não posso fugir de mim, posso?

Bom fim de semana

Anabela disse...

peço desculpa por não ter revelado o meu julgamento :)(:
bom blog. temáticas interessantes, espero sinceramente que ganhe massa critica

tudo de bom

O homem e a mente disse...

Anabela respondi-te com outro post, porque achei interessante a abordagem feita e também porque é uma dúvida frequente em todos nós.

António Gallobar disse...

Simplesmente fantastico este blog, em especial este conselho sobre ter sabedoria, mostra muita sabedoria. Parabens vou voltar certamente muitas vezes.

Parabens adorei

O homem e a mente disse...

Obrigado e volte sempre.

Poderá interessar também..

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...