sábado, 20 de junho de 2009

O Soba


Soba, figura pilar de uma sociedade antiga mas que em alguma regiões de Angola sobrevivem a evolução do tempo. O Soba, mesmo muitas vezes não provido de estudo é um personagem de grande inteligência e sabedoria, aliás, das principais características para se ser um Soba de sucesso.

O Soba é o responsável pela aldeia, é quem trata de toda população nesta aldeia, assim como a desenvoltura social do dia-a-dia da aldeia.


O Soba desempenha o papel de pai de todos, irmão de todos, o que lhe dá grande proximidade à sua comunidade. Provido de inteligência da vida, naquele tempo, sim, aquele tempo antigo, eram poucos que possuíam a inteligência académica que está padronizada hoje em dia. Mas, mesmo assim, tinham um conhecimento vasto.

O Soba também era o avô, o contador de histórias e estórias (segundo Michaelis*), muitas delas para dar alguma lição, reflexão, passar alguma sabedoria e muitas vezes só para unir a comunidade.

O Soba era a justiça, resolvendo contendas, intrigas, mal entendidos, entre outras situações de divergência. Sensato e sábio o Soba tenta manter sempre a harmonia.

O Soba é ainda um conhecimento perdido de África, pois muito do seu conhecimento não foi caligrafado, perdendo-se parte da
história, uso e costumes da Mãe África.

* Narrativa de lendas, contos tradicionais de ficção.

5 comentários:

Maria Rosa disse...

Do que aqui li parece-me a mim que o Soba era a pessoa que possuía inteligência emocional. É possível passar a escrito a inteligência emocional. Talvez se transmita de coração a coração na vivência quotidiana e pelas histórias e estórias :) digo eu,,,
A Sabedoria do Soba vaga pelos mitos Africanos que são transmitidos de pais para filhos... algures pela poesia Africana... algures pelo quotidiano africano
Se deitares a mão a um livro chamado Rosa do Mundo vais encontrar essa sabedoria que habita de igual modo todas as culturas, a Africana, naturalmente, também

Maria Rosa disse...

"è possível passar a escrito a inteligência emocional" é uma pergunta não uma afirmação ;)

O homem e a mente disse...

Acredito que é o que os poetas fazem. Não é somente inteligência emocional, mas é a aprendizagem da vida, usos e costumes, de uma vivência, passada por gerações anteriores aos seus sucessores, partilhadas da mesma forma como o Soba corrente partilha com os habitantes da aldeia.

O Soba é um estatuto, quase como um clero da antiga Grécia, era comum existirem mais do que um, mas com uma hierarquia bem organizada.

Menino-Homem disse...

seus pensamentos são dignos demais...!

parabéns pelo espaço!

abraços

O homem e a mente disse...

Obrigado amigo.

Poderá interessar também..

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...