sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Factos engraçados da minha vida




- Oferecerem lugar de executivo quando tinha bilhete para económica ( Lisboa -> Munique)

- Ir pagar a estadia do hostel e o computador dizer que já estava pago (Luxemburgo)

- Comer no hotel durante toda estadia e no checkout não tinha conta a pagar ( Brasil)

- Perder o avião para Dublin e a pessoa que tinha conhecido a 20 min pagar-me o bilhete. (República Checa)

- Estar na cama com uma mulher e por 5 min pensar que ela foi homem....shiiiiit (Republica Checa - Praga).

- Oferecer 32 rosas as raparigas do restaurante e desaparecer.... (República Checa -Brno).

- Ser apanho pelo pica a fazer o que não devia no comboio (Eslováquia).

- Ser apalpado num bar gay (Irlanda - Dublin)

- Namorar com alguém que conheci em 4 horas (UK - Londres)

- Namorar com alguém que sequer sonhei que poderia namorar (Lisboa - Portugal)

- Ver uma rapariga a tirar gases em alto e bom som logo ao acordar, no hostel (Budapeste - Hugria)
- Ver uma rapariga a tirar gases em alto e bom som logo ao acordar, no hostel (Budapeste - Hungria)

- Ser assediado por uma cinquentona com os filhos dela mesmo a minha frente...weird (República Checa - Brno)

- Correr nu na neve (República Checa)

- Dormir como morto no carro, preso pelo cinto de segurança ao ponto de babar. (Áustria - Viena).

- Descobrir que minha namorada estava grávida.... mas eu nunca a tinha tocado :).

- Reparar numa parte do meu corpo que se escandalizou quando vi o corpo da minha namorada na praia, recordando uma passagem da Bíblia que diz: "Se alguma vez o seu olho te escandalizar, mais vale corta-lo do que ter todo corpo no inferno".... senti dor só de pensar.

- Começar a rir porque estava a chorar.

- Chorar em baixo da chuva, encostado na igreja, enquanto recebia umas bofetadas da mãe do meu amigo que dizia: "Não sejas parvo, ela não te merece" - (Portugal -Gardete ).

- Acabar o passagem do ano sentado em frente ao prédio, depois de ver quem gostava a ser ..... pelo primo, que era meu amigo.

- Namorar com uma rapariga que não sabia o nome, durante 2 meses.

- Ter que fumar n'ganza, para fingir de bandido, para o outro bandido não me assaltar. (a final sempre é verdade, ladrão não rouba ladrão).

- Dançar em baixo de chuva.

- Apresentar um trabalho ao professor que na realidade não sabia sequer se funcionava, até tinha bom aspecto.

- Fazer exame de Análise vectorial sem máquina e com 2 horas de estudo, resultado 11, de duas positivas.

- Fazer exame chupado, 6 exercícios certos em 15 min, mas tive que desistir, tinha chichi.

- Fazer exame em 30 min e tirar A.

- Dormir no exame. Humm... nas aulas também, confesso.

- Entrar na casa mais desarrumada e suja que já vi, ao ponto de domir a flutuar com medo de apanhar qualquer doença.

7 comentários:

Madalena disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Madalena disse...

Empresta-me a sua sorte só por um dia para saber a que sabe isso?

LOl Adorei.

O post acima era igual mas esttava em maiúsculas por erro de tecla.

BFS. :)

O homem e a mente disse...

A sorte não se consegue emprestar, mas posso dizer que para ter sorte é preciso acreditar nela, é preciso ser sempre positiva, mesmo no momentos de grande tormento, daí eu dizer "manter o rosto sereno, no fogo do inferno"

Não ia prolongar no comentário, mas depois de ver imagem do cabeçalho do seu blog Rastos-Restos a minha expressão foi UAU, marcou a essência da imagem.

Catia Graça disse...

Heheheheh... realmente é impossivel nao rir.

O que acho fantastico é que a tua presença transmite tudo isto, toda esta disposiçao para vivenciar coisas engraçadas, que nao é apenas sorte, ate porque és tu que constrois muitos destes momentos de forma inconsciente e isto porque nao tens medo de arriscar, de viver, gostas do desafio e do "logo se vê o que se pode arrajar / fazer ..."

Aos que te admiram por isto aconselho a aproveitarem melhor os momentos em vez de se recusarem a viver por medo ...

:oD heheheh és demais!

O homem e a mente disse...

Eu levo a vida com alegria, mesmo nos momentos de maior tristeza

ROSA AZUL disse...

Oi Kilson,

Estavas bem inspirado neste post hein.
Sinto-me previligiada por ter participado num dos factos engracados da tua vida.Que foi dancar em plana chuva tropical.Realmente tens uns factos um tanto curiosos mas nada isso sao concidenciais ou por acasos.
Quem sabe tu trazes de uma outra vida um bom karma e nos momentos mais oportunos e inoportunos esse karma vem a teu favor.....?
Que a vida te apresente sempre o bom lado.E tem mais mesmo quando parece que estamos a perder e os nossos olhos nao enxergam o facto, 'e geralmente quando estamos a ganhar e a caminhar para frente.Digo isso porque doeu-me saber que tu choraste e sem dares por conta estavas por de tras de uma igreja.E eu ja imagino quem te fez chorar.E como sou impulsiva, incompreensivel e leal aos amigos vou comecar a sentir raiva dessa pessoa.Bom, continua sempre assim no teu blog,simples,creativo, coerente e genuino.
One love,
Any Corrente

O homem e a mente disse...

Minha bro, a tão tempo... é verdade sim, passamos grande momentos, e já agora vou acrescentar outros que também partilhamos, quando fazíamos os nossos serões a conversar até de manhã em baixo do prédio, minto não conversar, mas diria antes instruir-nos pois aprendíamos muito uns com os outros, principalmente a falar de vários aspectos sociais que todos nós enfrentamos na nossa vivência.

Beijo grande

Poderá interessar também..

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...